Pelo menos quatro homicídios neste fim de semana no DF

30ª Delegacia de Polícia em São Sebastião

30ª Delegacia de Polícia em São Sebastião

Pelo menos quatro pessoas foram vítimas de morte violenta neste fim de semana em diferentes regiões administrativas do Distrito Federal. Os homicídios ocorreram no Recanto das Emas, em Sobradinho II, no Paranoá e em São Sebastião.

Dados da Secretária de Segurança Pública apontam que até este domingo (16), 96 pessoas foram assassinadas. O número representa 1,9 homicídios por dia no Distrito Federal. A maioria das vítimas são adolescentes e jovens com até 25 anos.

Um dos homicídios considerados bárbaro, é a morte de um jovem de 19 anos. Wesley Ribeiro Silva foi espancado até a morte com uma barra de ferro. A violência ocorreu em uma oficina mecânica em Sobradinho II, neste domingo.

O endereço da cena do crime fica na avenida central da cidade. A Polícia Civil ainda não tem pista sobre o suspeito da barbárie e investiga a motivação do homicídio.

No Recanto das Emas a vítima foi Caique da Silva Conceição. O homem de 23 anos, também morreu a tiros. Ele conversa com o atirador e uma mulher quando foi atingido. O suspeito fugiu em um Peugeot. A polícia encontrou o carro abandonado na quadra 601 e já identificou o autor do homicídio.

 

No Café Sem troco, região do Paranoá, o corpo de um homem com 25 anos, aproximadamente, foi encontrado com três tiros na cabeça. O caso é investigado por policiais da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

Já no Residencial Oeste, em São Sebastião, um adolescente de 17 anos, foi morto a tiros. O homicídio ocorreu sábado (15). Ele conversava com um grupo de amigos quando foi surpreendido pelo atirador. Chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

Disputa entre gangues e tráfico de droga
Ainda em São Sebastião, policiais da 30ª Delegacia de Polícia prenderam em flagrante, por tráfico de droga, na manhã desta segunda-feira (17), Francisco Nilson Alves, de 42 anos. A prisão ocorreu na Avenida Central da Cidade. Dentro do carro que ele dirigia a polícia encontrou pedras de crack.

Francisco está condenado a pena de mais de seis anos de reclusão por uma tentativa de homicídio. Ele era procurado por mandado de prisão. Neste domingo (16), o suspeito teria se envolvido na tentativa de morte contra três pessoas. Um irmão de um amigo dele, identificado como José Aparecido Crispim dele foi baleado. Crispim reuniu um grupo de amigos, entre eles Francisco, colocou no carro e saiu para vingar o crime.

Crispim teria atirado em três pessoas. Elas estão internadas. Segundo o delegado-adjunto, Johnson Kenedy, o suspeito está sendo procurado mas Francisco acabou preso. “É um homem perigoso envolvido em vários crimes por causa da disputa por ponto de tráfico de droga entre gangues rivais”, disse.

Deixe o seu comentário

*